Blogues e Twitter

O que são os blogues?

Um blogue (derivado de “web log”) é um diário online que inclui palavras, fotografias, vídeos e música. Geralmente, a entrada mais recente encontra-se no topo da página e o diário pode ser privado (isto é, só pessoas convidadas é que o podem ler) ou público (isto é, qualquer pessoa que esteja online o pode ver). Há milhões de blogues na Web.

O Blogger.com descreve os blogues como “…um diário pessoal. Um púlpito diário. Um espaço de colaboração. Uma plataforma para a expressão de ideias políticas. Um meio para publicação de notícias de última hora. Uma colecção de ligações. Os seus pensamentos privados. Memorandos para o mundo.”

O que é o Twitter?

Recentemente, o “micro-blogging” – publicação online de breves mensagens de estado – tornou-se muito popular. Um dos sítios de “micro-blogging” mais conhecidos, o Twitter, coloca uma questão aos seus utilizadores – “O que está a fazer?” – e as respostas têm de ter até 140 caracteres.

Pode escolher quem vê estas mensagens de estado, conhecidas como “tweets”, e decidir seguir os tweets de outras pessoas. Se seguir alguém no Twitter, as actualizações dessa pessoa estarão disponíveis na sua página inicial do Twitter quando entra no sítio com as suas credenciais.

Em Março de 2010, o Twitter atingiu o marco de 10 mil milhões de tweets.

Como o acesso à internet está disponível em muitos telemóveis e outros dispositivos móveis, torna-se ainda mais fácil publicar entradas nos blogues ou tweets quando está em deslocação.

O que preciso de saber sobre eles?

Os seus filhos podem gostar de falar sobre coisas que lhes interessam, de exprimir as suas opiniões e de manter o contacto com amigos através do seu próprio blogue ou podem participar num blogue criado pela sua escola ou outra organização. Também podem ler os blogues de outras pessoas (escritos pelo seu escritor ou banda favoritos, por exemplo) para se manterem actualizados.

Tanto sítios de blogues como o Xanga e o LiveJournal, como sítios de redes sociais como o Bebo e o MySpace disponibilizam ferramentas para a publicação de blogues.

Embora parte da diversão dos blogues seja passar a ser um escritor “publicado”, o facto de outras pessoas poderem ler informações sobre a vida do autor poderá implicar alguns riscos. Os autores de blogues mais jovens e os fãs do Twitter precisam de compreender as seguintes potenciais ameaças:

  • Ciberintimidação – alguém poderá ler o blogue ou os tweets dos seus filhos e enviar-lhes mensagens ofensivas ou ameaçadoras… ou os seus filhos poderão publicar comentários indelicados sobre outra pessoa
  • Roubo de identidade – se os seus filhos revelarem informações sobre si próprios no seu blogue ou na sua página no Twitter, poderão estar sujeitos a roubo de identidade
  • Conteúdo impróprio e nocivo – se os seus filhos seguem os blogues ou tweets de outras pessoas, precisam de compreender que algum desse conteúdo pode não ser apropriado à sua idade ou maturidade
  • Aliciamento online – alguém poderá obter os dados pessoais dos seus filhos, tais como o nome, idade, escola ou endereço de e-mail, através do seu blogue ou da sua página no Twitter, e contactá-los com a intenção de estabelecer uma relação sexual
  • Danificar a reputação na vida real – qualquer coisa que os seus filhos publiquem na Web poderá ficar lá para sempre e ser visto por qualquer pessoa
  • Recorde regularmente aos seus filhos que a internet é um lugar público
  • Alguns sítios de blogues estabelecem uma idade mínima para a sua utilização, o que ajuda a proteger os utilizadores mais jovens (os utilizadores do Twitter têm de ter pelo menos 13 anos, por exemplo), por isso incentive os seus filhos a serem honestos acerca da sua idade quando se registam num sítio
  • Sugira-lhes que utilizem no seu blogue ou na sua página no Twitter uma alcunha em vez do nome real e uma imagem genérica em vez de uma fotografia de si próprios
  • Se já têm o seu próprio blogue ou a sua própria página no Twitter, vá ver e diga-lhes que vai ler/seguir o que publicarem
  • Sugira-lhes que tornem o seu blogue privado – por exemplo, no Twitter, podem seleccionar a opção “Protect my updates” (“Proteger as minhas actualizações”) para que possam escolher quem os segue
  • Fale com os seus filhos sobre o tipo de blogues e mensagens no Twitter que lêem e chegue a um consenso sobre se são ou não apropriados
  • Explique aos seus filhos que devem ter cuidado em quem confiam online e que não devem dar informações pessoais (tais como o número de telemóvel, endereço ou nome da escola) a estranhos
  • Recorde-lhes que qualquer coisa que publiquem no seu blogue pode ser lida por qualquer pessoa (se for pública) e pode permanecer na internet para sempre – gostariam que colegas de escola/professores/estranhos/pessoas responsáveis pelas candidaturas nas Faculdades/futuros empregadores vissem isso?
  • Incentive-os a falarem consigo se sentirem desconforto em relação a comentários sobre o seu blogue ou a sua página no Twitter, ou a algo que tenham lido nas páginas de outras pessoas
  • Se os seus filhos participam num blogue ou numa página no Twitter da escola, fale com o professor sobre as orientações que lhes são dadas. O sítio Teachtoday tem muitas informações úteis sobre tecnologia nas escolas
  • Leia os nossos artigos sobre ciberintimidação, roubo de identidade, conteúdo impróprio e nocivo, aliciamento online e outros tópicos relacionados com blogues e com o Twitter

Onde me posso dirigir para obter mais informação e apoio?

Que idade têm os seus filhos?

O que precisa para começar

  • 5-7 anos

    A tecnologia faz parte da vida dos seus filhos antes de iniciarem o ensino primário. Provavelmente utilizam o computador, a internet e a televisão interactiva por divertimento, para ver programas no canal de televisão e no website CBeebies ou para a participar nas salas de conversação do "Club Penguin"... no entanto, necessitam ainda da orientação e supervisão de adultos.

  • 8-11 anos

    Se tiver filhos com 8 a 11 anos de idade, a sua casa está provavelmente repleta de tecnologia: a PlayStation, a Nintendo, o iPod… a lista continua. De facto, estudos mostram que crianças entre os 8 e os 11 anos de idade no Reino Unido têm em média quatro equipamentos no seu quarto.

    Esta idade é decisiva para os jovens adoptarem novas tecnologias e desenvolver as suas capacidades na área das tecnologias da informação, tanto em casa como na escola… e é também uma altura decisiva para você assumir o controlo quando eles começam a explorar o mundo digital, bem como o mundo real.

  • 12-14 anos

    Frequentam o ensino básico e estão a crescer rapidamente. É uma altura de mudança e o seu mundo digital pode parecer-lhes tão importante como o mundo real. Podem passar a noite no Bebo, no Facebook ou no MySpace, a ver vídeos no YouTube e a carregar os seus próprios vídeos para outros os verem; ou a pesquisar para os trabalhos de casa.

    Com certeza pretende estimular as suas capacidades em termos de tecnologia e socialização, portanto é útil perceber o que eles fazem com a tecnologia e envolver-se também com ela.

  • +15 anos

    Na adolescência, os seus filhos tendem a pensar que percebem muito de tecnologia e que são capazes de lidar com tudo aquilo com que se deparam no mundo digital. Provavelmente assiste com espanto à forma como intercalam a conversa com os amigos no Facebook , como actualizam o perfil no Twitter, como jogam com alguém do outro lado do mundo na consola ou como transferem músicas para o telemóvel.

    Tudo representa divertimento. Porém, à medida que ficam mais velhos, aquilo de que você necessita para lidar com o mundo digital dos seus filhos torna-se ainda mais desafiante. Em vez de os deixar, precisa, de facto, de continuar a comunicar com eles.

Teste os seus conhecimentos

O utilizador médio do Facebook tem 130 amigos no seu perfil

Faça o nosso teste para ficar a saber em que medida compreende as novas tecnologias. É rápido e fácil e irá ajudá-lo a decidir quais as partes do website que irá visitar.