Bluetooth

O que é o Bluetooth?

Segundo o Bluetooth Special Interest Group, a tecnologia sem fios Bluetooth está incorporada em muitos dispositivos electrónicos, permitindo ao utilizador partilhar coisas como música e vídeos sem fios.

O Bluetooth utiliza ondas de rádio para enviar informação sem fios – tal como os telemóveis, rádio FM e a TV utilizam ondas de rádio. A diferença é que o Bluetooth funciona em distâncias até 10 metros (a chamada “Personal Area Network” ou “PAN” [“rede pessoal”]), enquanto os telemóveis, a rádio FM e a TV funcionam em distâncias de várias milhas.

A tecnologia Bluetooth consiste numa pequena peça de hardware ou num pequeno chip de computador que contém o rádio Bluetooth e algum software.

Originalmente, o seu objectivo era ser um substituto sem fios para os cabos e fios na ligação entre, por exemplo, telefones e respectivas bases, e teclados e ratos, mas pode actualmente ser utilizada para ligar o telemóvel à aparelhagem do seu carro ou para imprimir uma fotografia directamente a partir do seu telemóvel.

O que preciso de saber sobre este assunto?

Tal como em relação a qualquer tecnologia sem fios, o Bluetooth é susceptível a violações de segurança, tais como:

  • “Bluebugging” – os “hackers” assumem o controlo de um telemóvel através do auricular Bluetooth e utilizam-no para fazer chamadas, enviar mensagens de texto e aceder ao livro de endereços
  • “Bluejacking” – são enviadas mensagens não solicitadas para dispositivos com Bluetooth, tais como telemóveis e PDAs. É geralmente inofensivo, mas se lhe acontecer a si ou aos seus filhos, podem ver conteúdo impróprio ou nocivo ou tornar-se vítimas de um intimidador
  • “Bluesnarfing” – isto é muito mais grave do que “Bluejacking”, uma vez que consiste em alguém aceder a e copiar dados pessoais armazenados num dispositivo Bluetooth, tais como livros de endereços, e-mails, mensagens de texto e fotografias
  • Vírus – os seus filhos podem transferir inadvertidamente um vírus para o telemóvel quando recebem um ficheiro através de Bluetooth

Os seus filhos também podem utilizar dispositivos Bluetooth para se envolverem em actividades impróprias ou potencialmente ilegais, tais como:

  • Partilha de ficheiros ilegal – podem infringir as leis de direitos de autor ao enviarem ou receberem ficheiros (por exemplo, faixas de música) através de Bluetooth sem os comprar
  • Sexting – alguns jovens enviam imagens íntimas ou onde aparecem desnudos através de Bluetooth, o que os pode sujeitar a riscos como a intimidação. Podem mesmo estar a infringir a lei ao tirar e partilhar este tipo de fotografias

Felizmente, a maioria dos fabricantes de dispositivos Bluetooth incorporam ferramentas que lhe permitem escolher os dispositivos com os quais você e os seus filhos podem comunicar, havendo também a possibilidade de desactivar completamente o Bluetooth.

  • Incentive os seus filhos a encararem com seriedade a segurança nos telemóveis – devem tratar o telefone como um mini-computador que é valioso tanto pelo seu valor financeiro como por todas as informações pessoais que nele estão armazenadas
  • Qualquer dispositivo com a ligação Bluetooth activada e definido como “detectável” encontra-se vulnerável, por isso defina o modo de segurança mais relevante para os dispositivos Bluetooth dos seus filhos. Vá ao menu Bluetooth e defina o dispositivo como “não-detectável” ou “oculto”
  • Incentive os seus filhos a apagarem todas as mensagens não solicitadas em qualquer dispositivo Bluetooth, tais como o telemóvel ou PDA
  • Explique-lhes porque é que deverão recusar pedidos para instalar no telemóvel novos programas com os quais não estejam familiarizados – poderão conter vírus
  • Tal como existe software anti-vírus para o seu computador, também está disponível para os telemóveis
  • Leia os nossos artigos sobre descarregamentos e direitos de autor, exploração da identidade sexual, privacidade e segurança

Onde me posso dirigir para obter mais informação e apoio?

Que idade têm os seus filhos?

O que precisa para começar

  • 5-7 anos

    A tecnologia faz parte da vida dos seus filhos antes de iniciarem o ensino primário. Provavelmente utilizam o computador, a internet e a televisão interactiva por divertimento, para ver programas no canal de televisão e no website CBeebies ou para a participar nas salas de conversação do "Club Penguin"... no entanto, necessitam ainda da orientação e supervisão de adultos.

  • 8-11 anos

    Se tiver filhos com 8 a 11 anos de idade, a sua casa está provavelmente repleta de tecnologia: a PlayStation, a Nintendo, o iPod… a lista continua. De facto, estudos mostram que crianças entre os 8 e os 11 anos de idade no Reino Unido têm em média quatro equipamentos no seu quarto.

    Esta idade é decisiva para os jovens adoptarem novas tecnologias e desenvolver as suas capacidades na área das tecnologias da informação, tanto em casa como na escola… e é também uma altura decisiva para você assumir o controlo quando eles começam a explorar o mundo digital, bem como o mundo real.

  • 12-14 anos

    Frequentam o ensino básico e estão a crescer rapidamente. É uma altura de mudança e o seu mundo digital pode parecer-lhes tão importante como o mundo real. Podem passar a noite no Bebo, no Facebook ou no MySpace, a ver vídeos no YouTube e a carregar os seus próprios vídeos para outros os verem; ou a pesquisar para os trabalhos de casa.

    Com certeza pretende estimular as suas capacidades em termos de tecnologia e socialização, portanto é útil perceber o que eles fazem com a tecnologia e envolver-se também com ela.

  • +15 anos

    Na adolescência, os seus filhos tendem a pensar que percebem muito de tecnologia e que são capazes de lidar com tudo aquilo com que se deparam no mundo digital. Provavelmente assiste com espanto à forma como intercalam a conversa com os amigos no Facebook , como actualizam o perfil no Twitter, como jogam com alguém do outro lado do mundo na consola ou como transferem músicas para o telemóvel.

    Tudo representa divertimento. Porém, à medida que ficam mais velhos, aquilo de que você necessita para lidar com o mundo digital dos seus filhos torna-se ainda mais desafiante. Em vez de os deixar, precisa, de facto, de continuar a comunicar com eles.

Teste os seus conhecimentos

O utilizador médio do Facebook tem 130 amigos no seu perfil

Faça o nosso teste para ficar a saber em que medida compreende as novas tecnologias. É rápido e fácil e irá ajudá-lo a decidir quais as partes do website que irá visitar.